segunda-feira, 9 de janeiro de 2012

Apenas um sentimento.


Talvez este vazio que existe dentro de mim não se encaixe perfeitamente na descrição dor, mas sim, no significado da palavra saudade. lembrar seu rosto me faz por mais uma vez sorrir lembrando de como era ter você me faz se sentir por completo por apenas alguns segundos, lembrar de como eu te irritava me faz querer voltar no tempo apenas para te irritar mais uma vez. Eu sempre me imaginava sem ti, e nunca poderia imaginar que tamanha dor seria insuportável. Eu tentei praticar o desapego, mais toda vez que me via “reconstruído” algo me derrubava mais uma vez, onde cada mera lembrança que tinha de você , acaba destruindo mais uma parte de mim, e por essa e outras vezes eu me pus de pé. Já sem forças para lutar, eu quis desistir, eu quis apenas abandonar, pelo fato de que não me importava o que ainda viria pela frente, eu já não tinha mais razão para seguir. Por muitas vezes eu quis pegar uma borracha e pagar uma parte daquela história e deixa-la exatamente como ela deveria ser.
Com muitos motivos óbvios,achei que não seria justo apagar uma história, pois então resolvi terminar de escrevê-la , no lugar de uma borracha, peguei uma lapiseira,e no seu lugar, apenas deixarei vago por um tempo, até ter a certeza que um dia eu tive que ainda acharei alguém que possa me amar da forma que eu mereço ser amado, alguém que me ame pelo que sou, que realmente veja em mim uma razão pra ser feliz, e que assim como eu achei que seria ao seu lado. E como terminarei minha história? Bom, eu ainda estou de pé, e tenho forças para lutar, e se eu cair? Levantarei outra  vez, sem medo de dizer por mais uma vez, acreditei no amor, e sempre continuarei acreditando.