sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Meu namoro acabou, e agora?


“Pior que não terminar uma viagem, é nunca partir.”
  Amyr Klink


A pior fase de um relacionamento sempre será o término dele, pode ser que o término te traga certa calma ao seu coração, onde o relacionamento já não estava dando certo e não tinha mais o que fazer, desta forma o término acaba sendo a melhor alternativa para ambos, mas também terá aquele termino que vai te causar uma dor absurda, vai te deixar sem ar, vai te fazer chorar por dias e vai estragar momentos que seriam para sempre. Você vai deitar na sua cama e voltar no dia do primeiro beijo, irá lembrar-se do primeiro programa que fizeram juntos, vai lembrar-se das brincadeiras, das horas que passaram juntos, das lembranças que se perderam no tempo, e que naquele momento já não fazem mais sentido.

Você vai sentir seu mundo desabar, e não ter em quem se apoiar, vai perceber que todas suas musicas preferidas estão “estragadas” porque todas elas fazem recordar os momentos que viveu com ele (ela). Então você vai desabar, e chorar neste momento vai lhe parecer a coisa certa e este com certeza será o melhor remédio para o momento, se permita chorar, chore tudo e coloque tudo o que está sentindo para fora, grite, esperneie, faça birra, saia com seus amigos e tenha o maior porre de sua vida, chore bêbada(o) lembrando dele (a), mas viva este momento, e coloque toda a energia negativa para fora, deixe a tristeza sair.

Mas depois que você passar por tudo isso, você vai precisar entender que nenhum término de relacionamento precisa ser assim, sua felicidade depende apenas de você, por mais que seu coração esteja quebrado, ficar em casa chorando e se lamentando por algo que se perdeu, ou por não ter dado certo, não vai trazer ninguém de volta, e entenda que se teve um motivo maior para que não desse certo, é melhor deixar ir e procurar a felicidade em outro lugar. E pare de acreditar naquela frase do Renato Russo “ Deixe ir, o que for verdadeiro volta, volta correndo”, EI! O que é verdadeiro não vai, permanece, e vai permanecer com a mesma intensidade que veio, não adianta colocar esperança em algo que não vai voltar a ser o mesmo, qualquer relacionamento que precise de um “tempo” é sinal que já não vai mais dar certo, o “tempo” de um relacionamento serve apenas para a pessoa sair fazer merda e depois voltar correndo arrependido (a).

Logo você vai perceber que não é porque o seu relacionamento acabou, que você deve se fechar para o mundo, é exatamente ao contrário, você deve sair para conhecer o mundo, saia com seus amigos, use seu tempo para ocupar sua mente, conheça novas pessoas, dê a si mesmo a oportunidade de fazer novas amizades, sair da rotina que costumava levar com ele (a), e com o tempo as coisas vão melhorar. Respirar novos ares sempre ajuda a esvaziar a mente, abra seu coração e deixe com que a luz invada-o (a) por completo e que toda aquela tristeza vá embora de vez, é difícil você levantar de um tombo, mas tenho certeza que você sempre terá amigos para te ajudar na recuperação.

O termino de um relacionamento, é o fim de um ciclo e o começo de uma nova história. Não adianta colocar vírgulas nem reticências em algo que não será saudável e apenas lhe causará mais dor do que já lhe causou. Certos ciclos devem ser colocados pontos finais, ou se você preferir troque de livro e comece uma nova história, porque a gente só se cura um amor, com um novo amor. Se permita amar, e não tenha medo de ter o coração quebrado, talvez àquela pessoa não fosse acerta para você, e uma hora vai aparecer alguém que vai durar para sempre. Mas enquanto isso não acontece, não tente procurar a felicidade no mesmo lugar que a perdeu. Existem corações novinhos em folha, cheios de disposição pra te receber. E quando for o momento certo, você vai achar alguém que te abraçará tão forte que vai juntar todos os seus pedaços, e neste momento você vai saber que realmente está completa (o).


“Pus as lembranças no bolso e sair com as amigas. Você disse que já me esqueceu, agora é a minha vez de te esquecer.”
Albert Matarazzo

terça-feira, 8 de setembro de 2015

Três coisas que você NÃO deve fazer enquanto estiver namorando.

É fácil você notar como uma pessoa muda da agua para o vinho ( não isso não é uma coisa boa, até porque vinho é uma coisa maravilhosa, há não ser que seja aqueles vinhos ruins, dai pode usar a comparação para isso, que vai servir perfeitamente. Mas deixa eu voltar para o foco principal.) quando começam a namorar, e é mais fácil ainda você perceber tal mudança de comportamento quando a pessoa é um amigo (a) próximo de você. Então eu vou deixar 3 dicas do que não se deve fazer para as pessoas que estão namorando, ou que logo vão começar a namorar, ou que simplesmente esta gostando de alguém e está agindo feito um (uma)  idiota.


Primeira dica: Mudar quem você é por alguém.

Esta é uma das coisas que são mais fáceis de serem notadas e é a que eu acho um cúmulo, eu sempre percebo que nos relacionamentos sempre tem um que começa a cobrar do outro para que mude seu comportamento, é óbvio que quando você está esta namorando ou se relacionando com alguém seu comportamento muda, ambos devem ter respeito um com o outro, porém, suponhamos que o cara (ou a guria) te conheceu em uma festa, e depois que vocês começam a namorar, ele (a) simplesmente não quer mais que você saía de casa, quer apenas programas caseiros, não quer sair contigo porque aquela vida não pertence mais a vocês dois mal saem de casa, talvez vão jantar juntos, uma vez ou outra, mas isso vai ser tão raro que para você nem vai fazer diferença, vocês não irão mais a festas porque agora vocês são um casal. Mas espera aí, vocês se conheceram onde mesmo? Então você vai começar a perceber que você nunca mais vai fazer nada do que era acostumada (o) a fazer, porque o outro (a) está comandando sua vida. E logo seu namoro vai cair na mesmice e naquela rotina doentia de ficar trancada em casa, porque seu parceiro (a) sente um ciúme tão doentio de você que não te deixa nem respirar. Como dizia minha escritora fodástica preferida Isabela Freitas “Existe uma grande diferença entre namorar e prisão domiciliar. Então antes que você não tenha mais uma vida, aprenda que relacionamento foi feito para ser vivido a dois, as escolhas tem que ser tomada a dois, põe autoridade e seu ponto de vista nisso tudo, antes que você acabe sendo vítima de algo que provavelmente vai acabar e você vai perceber que a única coisa que você perdeu nesse relacionamento foi tempo e a única coisa ficou estampada (o) em você é sua cara de trouxa por ter aceitado mudar por alguém que só te fez mal.


Segunda dica: Não se humilhe para que alguém goste de você.


Esta daqui é algo que eu sempre digo, a pessoa tem que ter uma baixa estima terrível a ponto de implorar pelo amor de outra pessoa, tudo bem você ficar mal quando acaba o relacionamento e chorar por alguém e tudo mais. Mas agora quando você esta namorando com alguém e essa pessoa não te faz feliz, mas você gosta dela/dele, porém ele (a) te trata mal, e é totalmente indiferente contigo, e muitas vezes te xinga, briga contigo, e diz que você precisa mudar para que o/a faça feliz. E você começa a fazer tudo o que o outro manda, muda suas roupas, muda seu estilo de vida, para de conversar com algumas pessoas, porque você esta cega (o) e ama ele (a) apesar de tudo, se você chegou a este ponto, então eu te perguntou uma coisa, onde foi que você deixou sua dignidade? Lembrou-se? Então faça um favor de voltar lá e pega-la, porque você só vai suportar algo semelhante a isso se você não tiver um pingo de amor próprio e nenhuma dignidade. E quando você se ligar no que está acontecendo, é hora de você se colocar no seu lugar e soltar o verbo e dizer: “Calma aí parceiro (a) você me conheceu assim, não serei eu quem vai mudar para te agradar, se você não está feliz aqui, procure a felicidade em outro lugar”, e Por Deus, ainda bem que eu sempre aprendi que se eu preciso me esforçar muito para agradar alguém ou para que uma pessoa goste de mim, é porque ela não merece que me ter, na verdade não merece nada de mim.  Então faça um favor para si mesmo (a), se você estiver em um relacionamento, não deixe chegar a este ponto. E caso você esteja passando por isso, pule fora enquanto há tempo.

“Os cegamente apaixonados que me perdoem, mas amor próprio é fundamental!”  Augusto Branco

Terceira dica: Trocar seus amigos


Esta daqui é a que acontece com maior frequência, e eu te direi com toda certeza do universo. Por que a coisa mais “normal” que se pode acontecer quando se começa a namorar é você parar de sair com os amigos, vocês estão curtindo a dois, vão ao cinema, jantar fora, preferem encontros mais casuais com os amigos. Mas sempre há um problema, na maioria das vezes o seu namorado (a) não vai gostar de um amigo (a) sua,  então começaram as brigas contigo porque ele(a) acha que aquela pessoa tem ciúme do namoro de vocês e quer te influenciar a terminar tudo, mesmo que ele (a) não tenha feito nada para causar tais pensamentos, e com isso acaba te proibindo de sair com ele (a), mas ai vem uma serie de consequências, aquele seu amigo (a), é amigo (a) de todos os seus outros amigos (a), então por você não poder mais conversar com ele (a), você acaba se afastando de todos os outros, e com isso seus amigos (a) vão se afastando de você, porque se você preferiu o seu namorado aos seus amigos não tem porquê eles falarem contigo, como isso eles (a)  não te chamarão mais para sair e nem para fazer programas casuais. Algum tempo depois você tem visto cada vez menos seus amigos que você era grudada (o), e chega um dia que seu namoro simplesmente acaba.
E agora? Para onde você irá correr e chorar? Cadê seus amigos que sempre te deram suporte e na primeira oportunidade você abandonou todos? Sabe onde eles estarão? Esperando você ir correndo, chorando ao encontro deles para que todos possam te dar apoio, até mesmo aquele (a) que seu namorado (a) tinha tanto ciúmes estará lá por você. Então por experiência própria, não troque, se afaste ou mude com seus amigos enquanto estiver namorando,  pode ser que seu namoro não acabe, mas caso ele acabar, a única coisa lhe sobrará serão seus amigos, os únicos que você poderá desabafar e chorar a vontade, sair tomar um porre e com certeza eles estarão ao seu lado depois de tudo.

Alguns relacionamentos acabam fazendo uma lavagem cerebral na cabeça da gente, porem nós estaremos tão envolvidos com aquilo, que nem nos daremos conta do que aquilo está se tornando,  de como aquilo esta consumindo nossa vida de uma maneira ruim. Não precisamos mudar e nem se humilhar para que alguém nos ame e nos aceite por quem nós somos, entenda que ninguém é perfeito, não precisamos ser para agradar outra pessoa. E saiba que você sempre poderá contar com sua família e seus amigos caso você decida abrir os olhos e largar mão daquilo que lhe faz mal, então não os troquem como se fossem objetos descartáveis em troca do “alguém” tão sonhado e desejado.  Eles são os bens mais preciosos que você terá em sua vida e que em nenhum momento você terá melhores pessoas para desabafar e receber bons conselhos.


"Quando nossos olhos ficam embaraçados, nada como usar os olhos dos outros para voltar a valorizar o que é nosso."   Martha Medeiros