sexta-feira, 18 de setembro de 2015

Meu namoro acabou, e agora?


“Pior que não terminar uma viagem, é nunca partir.”
  Amyr Klink


A pior fase de um relacionamento sempre será o término dele, pode ser que o término te traga certa calma ao seu coração, onde o relacionamento já não estava dando certo e não tinha mais o que fazer, desta forma o término acaba sendo a melhor alternativa para ambos, mas também terá aquele termino que vai te causar uma dor absurda, vai te deixar sem ar, vai te fazer chorar por dias e vai estragar momentos que seriam para sempre. Você vai deitar na sua cama e voltar no dia do primeiro beijo, irá lembrar-se do primeiro programa que fizeram juntos, vai lembrar-se das brincadeiras, das horas que passaram juntos, das lembranças que se perderam no tempo, e que naquele momento já não fazem mais sentido.

Você vai sentir seu mundo desabar, e não ter em quem se apoiar, vai perceber que todas suas musicas preferidas estão “estragadas” porque todas elas fazem recordar os momentos que viveu com ele (ela). Então você vai desabar, e chorar neste momento vai lhe parecer a coisa certa e este com certeza será o melhor remédio para o momento, se permita chorar, chore tudo e coloque tudo o que está sentindo para fora, grite, esperneie, faça birra, saia com seus amigos e tenha o maior porre de sua vida, chore bêbada(o) lembrando dele (a), mas viva este momento, e coloque toda a energia negativa para fora, deixe a tristeza sair.

Mas depois que você passar por tudo isso, você vai precisar entender que nenhum término de relacionamento precisa ser assim, sua felicidade depende apenas de você, por mais que seu coração esteja quebrado, ficar em casa chorando e se lamentando por algo que se perdeu, ou por não ter dado certo, não vai trazer ninguém de volta, e entenda que se teve um motivo maior para que não desse certo, é melhor deixar ir e procurar a felicidade em outro lugar. E pare de acreditar naquela frase do Renato Russo “ Deixe ir, o que for verdadeiro volta, volta correndo”, EI! O que é verdadeiro não vai, permanece, e vai permanecer com a mesma intensidade que veio, não adianta colocar esperança em algo que não vai voltar a ser o mesmo, qualquer relacionamento que precise de um “tempo” é sinal que já não vai mais dar certo, o “tempo” de um relacionamento serve apenas para a pessoa sair fazer merda e depois voltar correndo arrependido (a).

Logo você vai perceber que não é porque o seu relacionamento acabou, que você deve se fechar para o mundo, é exatamente ao contrário, você deve sair para conhecer o mundo, saia com seus amigos, use seu tempo para ocupar sua mente, conheça novas pessoas, dê a si mesmo a oportunidade de fazer novas amizades, sair da rotina que costumava levar com ele (a), e com o tempo as coisas vão melhorar. Respirar novos ares sempre ajuda a esvaziar a mente, abra seu coração e deixe com que a luz invada-o (a) por completo e que toda aquela tristeza vá embora de vez, é difícil você levantar de um tombo, mas tenho certeza que você sempre terá amigos para te ajudar na recuperação.

O termino de um relacionamento, é o fim de um ciclo e o começo de uma nova história. Não adianta colocar vírgulas nem reticências em algo que não será saudável e apenas lhe causará mais dor do que já lhe causou. Certos ciclos devem ser colocados pontos finais, ou se você preferir troque de livro e comece uma nova história, porque a gente só se cura um amor, com um novo amor. Se permita amar, e não tenha medo de ter o coração quebrado, talvez àquela pessoa não fosse acerta para você, e uma hora vai aparecer alguém que vai durar para sempre. Mas enquanto isso não acontece, não tente procurar a felicidade no mesmo lugar que a perdeu. Existem corações novinhos em folha, cheios de disposição pra te receber. E quando for o momento certo, você vai achar alguém que te abraçará tão forte que vai juntar todos os seus pedaços, e neste momento você vai saber que realmente está completa (o).


“Pus as lembranças no bolso e sair com as amigas. Você disse que já me esqueceu, agora é a minha vez de te esquecer.”
Albert Matarazzo

Nenhum comentário:

Postar um comentário